Em foco

Explicações, minhocas e microempreendedorismo. Ideias (vencedoras) para transformar a sociedade

O Programa Jovens Empreendedores Sociais, da Universidade Europeia, está a chegar à reta final. Hoje, 23 de outubro, os cinco finalistas recebem os prémios. Mas ainda não acabou: em novembro rumam a Madrid para uma semana de formação.

Data: 23.10.2018

Explicações, minhocas e microempreendedorismo. Ideias (vencedoras) para transformar a sociedade

O Programa Jovens Empreendedores Sociais [JES], da Universidade Europeia, pretende “reforçar a cultura de inovação e o espírito de empreendedorismo social, apoiando jovens capazes de inspirar e transformar a sociedade”.


Neste momento já são conhecidos os vencedores da 1ª edição do Programa JES, promovido pela Universidade Europeia, pela Laureate International Universities e pela International Youth Foundation, sendo também apoiado pela Forum Estudante e pela Ashoka Portugal.


Em avaliação estiveram 44 projetos empreendedores de caráter social e ambiental que foram analisados por especialistas desta área. O desafio foi dirigido a jovens entre os 18 e os 29 anos, fundadores ou cofundadores de iniciativas que procuram a transformação social baseada na equidade, justiça e na proteção do meio ambiente.


Os critérios de eleição basearam-se na capacidade de liderança, impacto social, sustentabilidade e visibilidade dos projetos e dos seus jovens líderes que atuam como personalidades inspiradoras de uma sociedade melhor.


Para Susana Martins, diretora do programa JES em Portugal, “a primeira edição foi um sucesso pela qualidade dos projetos recebidos e pelo espírito empreendedor dos seus fundadores. O balanço deste primeiro ano é francamente positivo e será uma oportunidade única para estes empreendedores aumentarem a visibilidade dos seus projetos, fortalecer a sua rede de contactos e desenvolver as suas capacidades de liderança”.


epois de conhecidos os resultados, os vencedores — Explicame.pt, Just a Change, APAC Portugal, Menos e Revolução das Minhocas — seguem agora para a próxima fase. Em jogo está a participação numa semana de formação em Madrid — entre 12 e 19 de novembro —, com vencedores de antigas edições do Programa em Espanha, a mentoria dos ASHOKA fellows e ainda uma doação de 2 mil euros para investimento no projeto.


Os projetos dos cinco jovens vencedores serão ainda divulgados pela rede internacional da Laureate e integrados na rede a nível mundial de jovens empreendedores da YouthActionNet, de forma a que consigam atingir visibilidade e que possam também partilhar experiências entre si.


A cerimónia de entrega dos prémios aos vencedores do Programa Jovens Empreendedores Sociais irá decorrer hoje, dia 23 de outubro, das 15h00 às 16h30, no auditório do Campus da Quinta do Bom Nome.


Os cinco projetos vencedores:


Explicame.pt


Desenvolvido por André Ferreira dos Santos, o Explicame.pt é uma plataforma aberta à comunidade estudantil que valoriza o trabalho e dedicação de explicadores. Com este projeto, qualquer aluno pode aprender, em qualquer lugar e sem limitações, encontrando a ajuda perfeita para promover o seu sucesso através de uma comunidade.


Just a Change


Fundada por António Maria Horta e Costa Ravara Bello, o Just a Change pretende moblizar voluntários para a reconstrução de casas de famílias em situações de pobreza, de forma a transformar a vida das pessoas.


APAC Portugal


Duarte Sousa Pires Abrantes da Fonseca criou a APAC Portugal. O principal objetivo é a promoção de programas de reinserção de reclusos e antigos reclusos, com vista à diminuição da reincidência criminal. Existem também ações de advocacy e promoção de um evento anual que permite combater o estigma da sociedade em relação ao estatuto de recluso e antigo recluso.


Menos


João Duarte criou a Menos, que tem como missão estabelecer o microempreendedorismo como solução para o desemprego, combinando a tecnologia, o empreendedorismo e uma rede de mentores especializados e práticas simplificadas de startups de alta tecnologia.


Revolução das Minhocas


Pierre Del Cos pensou na Revolução das Minhocas como uma forma de ajudar os cidadãos e organizações a reduzir a pegada ecológica dos resíduos orgânicos, fornecendo sistemas de compostagem com minhocas, fertilizantes de minhocas e organizando formações de vermicompostagem.


Fonte: Sapo24



Voltar