Em foco

Fundação Vodafone quer ajudar 7 milhões de raparigas a terem telemóvel

Os portugueses podem apoiar a iniciativa, que abrange oito países, entregando os seus telefones obsoletos numa loja da operadora de telecomunicações durante o próximo ano.

Data: 12.10.2018

Fundação Vodafone quer ajudar 7 milhões de raparigas a terem telemóvel

No acesso a serviços e conteúdos através dos telemóveis, as jovens estão a ficar para trás, tendo 1,5 vezes menos hipóteses do que os rapazes de terem um destes equipamentos e 1,3 vezes menos probabilidades de serem donas de um smartphone, revelou um estudo levado a cabo em 25 países pela Fundação Vodafone e pela organização mundial sem fins lucrativos Girl Effect.


O relatório também denuncia que 67% dos rapazes inquiridos tem um telemóvel, em comparação com 44% das raparigas. Já mais de metade delas (52%) usa equipamentos usados, ao passo que somente 28% dos rapazes o fazem.


Estas discrepâncias são alavancadas por preconceitos sociais que impedem as raparigas de ter as mesmas liberdades que os rapazes quando, em muitos países “ o acesso a telemóveis é fundamental para a saúde, para a aprendizagem e para o desenvolvimento destas jovens”, diz Andrew Dunnett, diretor da Fundação Vodafone.


“Temos que encarar o facto de que raparigas e rapazes não têm as mesmas hipóteses no que diz respeito ao acesso a um telemóvel e contribuir para que se comece a mudar este paradigma”, refere o responsável.


De forma a contrariar estes resultados, as duas instituições fizeram uma parceria para ajudar sete milhões de jovens mulheres da África do Sul, Gana, Índia, Lesoto, Moçambique, Quénia, República Democrática do Congo e Tanzânia.


Os portugueses também podem fazer deste movimento entregando os seus telemóveis obsoletos numa loja Vodafone durante o próximo ano.


Fonte: Sapo Tek



Voltar