Em foco

Respostas Rápidas: Dia 12 é dia da Maçã. Descubra as novidades da Apple

O evento mais aguardado da Apple, chega esta quarta feira, 12 de setembro, e com ele novas surpresas. Saiba quais constam na lista de lançamentos

Data: 11.09.2018

Respostas Rápidas: Dia 12 é dia da Maçã. Descubra as novidades da Apple

O evento mais aguardado do mundo da tecnologia, chega esta quarta feira, 12 de setembro, e com ele novas surpresas, incluindo novos iPhones, um novo Apple Watch e, talvez, até mesmo um novo carregador sem fios.


Com base em analistas e relatórios, eis o que esperemos que a Apple anuncie no seu maior evento do ano.


 




  • Quantos modelos vão ser anunciados?


A Apple vai anunciar esta quarta feira, três novos modelos de iPhone, previu o analista da KGI Securities, Ming-Chi Kuo e sua equipa de pesquisa, que são bem conhecidos por prever com precisão os detalhes sobre os próximos produtos da Apple, graças a suas conexões na indústria de manufactura asiática. A linha integrará três novos modelos, sendo que dois deles são considerados ”topo de gama” e ”mais caros” e o terceiro o ”mais barato” da linha.


No que diz respeito aos dois iPhones (ambos com ecrã OLED), há rumores indicam que se chamarão ‘iPhone XS’ e ‘iPhone XS Max’, enquanto que o terceiro poderá chamar-se ”iPhone 9”. No entanto, outras fontes indicam que este terão o nome de ”iPhone XS”, XS Plus” e ”XC”.


 



  • O que têm os novos telemóveis de especial?


Espera-se que os três novos telemóveis tenham ecrãs que vão de uma ponta à outra, e uma câmara de reconhecimento facial, o Face ID, como o iPhone X, e até um slot para um segundo cartão SIM. Ainda é incerto se o iPhone de baixo custo terá reconhecimento facial em vez de sensor de impressão digital.


“Prevemos que a Apple lance três novos modelos de iPhone: dois modelos OLED de 6,5 e 5,8 polegadas e um modelo de 6,1 polegadas Tela LCD , todos equipados com um design de ecrã mais amplo e câmara com sensor 3D frontal, como no iPhone X” Kuo revelou ao Business Insider.


 



  • Quanto custarão?


Que os novos modelos vão custar mais que os telemóveis atualmente disponíveis, já será de esperar.


A Apple tem preparado, dois iPhones para o “mercado de alta qualidade”, diz Kuo. O terceiro modelo será voltado para os ”mercados intermediários”. Relatórios prevêem o preço deste ultimo que ronde entre os 649 e 749 doláres (560 e 660 euros).


No ano passado, a Apple lançou o iPhone X a um preço mínimo de mil dólares (864,18 euros). Este salto no preço somou-se às já gigantescas vendas da multi-nacional americana este ano (a empresa foi a primeira a alcançar o marco dos mil milhões de dólares em vendas, no ínicio deste ano).


“Os pontos de preço são realmente a maior questão pendente”, disse Andy Hargreaves, analista financeiro da KeyBanc Capital Markets, ao MarketWatch.


 



  • Além dos iPhones, que outras novidades podemos esperar neste evento?


Rumores indicam que a empresa americana tem agendada o lançamento do novo Apple Watch Series 4, para o evento, segundo o Business Insider. O novo relógio também deve vir em dois novos tamanhos maiores, com maior durabilidade da bateria, novas funções de acompanhamento da saúde e um chip mais rápido.


Há também rumores de um novo carregador sem fios. Quando a Apple anunciou o iPhone 8 e o iPhone X, há um ano atrás, a Apple também deu um sneak peek do seu próprio carregador para carregamentos sem fios. Chamado de AirPower, a placa será capaz de carregar um iPhone, Apple Watch e seus fones, os AirPods. Tudo ao mesmo tempo, apenas terá de colocar na superfície. Na altura, a Apple anunciou, segundo um relatório da Bloomberg, que este carregador chegaria em 2018, por isso espera-se que o lançamento seja feito durante este evento.


Ainda na lista de possíveis lançamentos, a Apple poderá também anunciar um novo iPad, segundo o mesmo relatório. Este é descrito como ”topo de gama”, que incorporará algumas características do iPhone X, como o reconhecimento facial, a omissão do botão principal, e um ecrã tão amplo quanto os novos telemóveis.


Fonte: O Jornal Económico




Voltar