Em foco

Moçambique vai leiloar novas frequências para operadores de redes móveis

O Instituto Nacional de Telecomunicações de Moçambique (INCM) vai leiloar novas frequências para os operadores de redes móveis no país por formas a introduzirem novos serviços de voz e dados, nomeadamente de serviços 4G.

Data: 31.08.2018

Moçambique vai leiloar novas frequências para operadores de redes móveis


O anúncio do leilão, a realizar no dia 25 de Outubro, começou a ser publicado esta semana na imprensa moçambicana, sendo que, até lá, as operadoras elegíveis deverão submeter a sua candidatura.


O anúncio está também disponível no portal do INCM.


Três operadoras móveis funcionam em Moçambique e podem participar no leilão: a Vodacom, Movitel e a estatal Mcel.


Seguem para leilão 20 lotes de frequências, cujos valores base de licitação somados totalizam 390 milhões de dólares.


Na faixa dos 800 MegaHertz (Mhz) vão ser leiloados cinco lotes, com preço base de licitação de 15 milhões de dólares cada.


Um conjunto de seis lotes vai ser entregue na faixa dos 1.800 Mhz a partir de 30 milhões de dólares cada.


Na faixa de 2,6 GigaHertz (Ghz) vão ser leiloadas nove lotes de frequências a partir de 15 milhões de dólares cada lote.


Fonte: ANGOP




Voltar