Em foco

Angola: Mediateca do Huambo tem mais de 18 mil usuários

Dezoito mil e 63 cidadãos usam a mediateca da província do Huambo, em funcionamento desde Fevereiro de 2014, um número que deixa satisfeito a direcção da instituição.

Data: 28.08.2018

Angola: Mediateca do Huambo tem mais de 18 mil usuários

De acordo com a administradora da mediateca, Esperança Catito, que falava no acto comemorativo ao sexto aniversário da rede de mediatecas de Angola, até ao momento a instituição realizou quatro mil acções de formação e 912 eventos diversos.


Referiu que a mediateca é uma plataforma transversal com impacto social, incentivando os jovens a terem gosto pela leitura, proporcionando, igualmente, o contacto com as tecnologias de informação, assim como promove a info-inclusão e ocupa os tempos livres dos jovens e adolescentes.


Esperança Catito realçou que as mediatecas relacionam-se com todos os elementos da comunidade, pois cada individuo e cada grupo participa nas mediatecas, enriquecendo-se e enriquecendo-a.


Informou, ainda, que a rede de mediatecas concentra a sua atenção em focos estratégicos, nomeadamente educação, empreendedorismo, ciência, tecnologia, cultura e arte, que influenciam, de forma decisiva, os serviços prestados pelas mediatecas, privilegiando uma linha de actuação comum para cada mediateca.


A rede de Mediatecas de Angola tem como missão fornecer ao país um instrumento que contribua para o desenvolvimento territorial (económico e social) através da melhoria do acesso e geração de conhecimento e um complemento de progressão do potencial do capital humano angolano, envolvendo a totalidade dos agentes do país (sociedade civil, empresas locais, governo entre outros).


Fonte: ANGOP



Voltar