Em foco

Nova pulseira da Fitbit quer que crianças deixem smartphones de lado

Chamado de Ace, gadget de US$99 nos EUA foca em três áreas principais por vida mais saudável: rastreamento de passos, minutos ativos, e sono.

Data: 12.06.2018

Nova pulseira da Fitbit quer que crianças deixem smartphones de lado

Enquanto a Apple e o Google estão lutando contra o vício em smartphones ao limitar o tempo que as crianças passam com os gadgets, a Fitbit espera fazer com que os pequenos fiquem viciados nos seus aparelhos – mas de uma maneira boa. A empresa lançou nesta segunda-feira, 11/6, um rastreador fitness feito especificamente para que as crianças deixem o smartphone de lado e fiquem ativas.


Quando a Fitbit anunciou o Ace em março, o aparelho foi um pouco deixado de lado por conta do smartwatch Versa, a resposta da companhia ao Apple Watch. Mas o Ace pode acabar tendo um papel mais importante na principal batalha tecnológica atual: o vício em smartphones.


As crianças estão mais conectadas do que nunca e o Fitbit Ace busca um equilíbrio entre tecnologias e fitness como nenhum outro aparelho do mercado. Em primeiro lugar, é um gadget legal que as crianças vão querer usar. Em segundo, ele gamifica as atividades físicas de um modo que encoraja as crianças a se divertirem em vez de repreendê-las por assistirem muita TV, por exemplo. Alguns pais podem achar o preço de 99 dólares um pouco salgado, mas é um importante primeiro passo em uma batalha que está apenas começando.


De longe, o Fitbit Ace parece como o Fitbit Alta em duas novas cores – Power Purple e Electric Blue – mas ele representa, na verdade, uma direção totalmente nova para a companhia. Assim como o Altra HD, o Fitbit Ace também é preso com uma fivela, então os pais não precisarão se preocupar muito com o aparelho caindo no chão. Ele também possui um nível de resistência à água para proteção contra banhos e respingos (mas não para nadar, por exemplo). Vale notar ainda que o Ace não conta com um monitor de batimentos cardíacos, que está presente no Alta HR. 


O Fitbit Ace é voltado para crianças com idades entre 8 e 12 anos, e seus recursos refletem essa faixa etária. Apesar de você poder fazer com o Ace quase tudo que é possível com o Alta, a pulseira amigável a crianças conta com uma bateria que dura cinco dias e 10 “rostos” exclusivos para o relógio. As crianças também acesso à própria Kid View no app da Fitbit para iOS/Android que mostra estatísticas e emblemas e permite a troca dos visuais dos relógios.  


Além disso, o Ace busca promover uma vida mais saudável ao focar em três áreas principais: rastreamento de passos, minutos ativos, e sono. 


O aparelho encoraja as crianças a se mexerem por meio de lembretes personalizados, desafios diários ou semanais e emblemas de recompensas que podem ser colecionados.


A Fitbit também se preocupa em proteger a privacidade e o bem-estar mental das crianças. Com a conta familiar, os pais podem ver as atividades dos filhos e aprovar com quem eles podem se conectar. Também é possível escolher permitir que as crianças visualizem apenas as estatísticas de atividades que ajudem a motivar, deixando de lado números sobre calorias, peso e Índice de Massa Corporal.


O Fitbit Ace não possui nenhum recurso social público, mas permite que as crianças e os pais conversem uns com os outros pelo aplicativo familiar.


Fonte: IDGNow!



Voltar