Em foco

Rússia ordena bloqueio imediato da aplicação de mensagens Telegram

A Rússia implementou leis rigorosas contra o terrorismo em 2016, que exigiam dos serviços de mensagens que fornecessem às autoridades a capacidade de descodificar mensagens.

Data: 13.04.2018

Rússia ordena bloqueio imediato da aplicação de mensagens Telegram



Um tribunal russo determinou que a aplicação de mensagens Telegram deve ser bloqueada de imediato no país. A decisão surge após meses de batalhas legais entre a Telegram e o Roskomnadzor, órgão regulador das telecomunicações da Rússia. A FSB (agência de serviços de informação russa) quer aceder a dados de utilizadores da Telegram através da partilha de chaves encriptadas, mas esta recusou-se a acatar o pedido, mesmo depois de uma decisão judicial.


A agência de notícias russa Tass relata que o serviço de mensagens será “bloqueado imediatamente” após a última decisão do tribunal e que a proibição permanecerá em vigor até que a Telegram forneça chaves de descodificação para a FSB.


No entanto, não está claro quando é que a proibição entrará em vigor. O “Financial Times” informa que provavelmente ocorrerá uma vez que a Telegram tenha apelado da decisão, o que acontecerá em maio.



A Rússia implementou leis rigorosas contra o terrorismo em 2016, que exigiam dos serviços de mensagens que fornecessem às autoridades a capacidade de descodificar mensagens. A Telegram tem desafiado essas leis. O fundador e CEO da Telegram, Pavel Durov, ainda não comentou publicamente a proibição.


Fonte: Jornal Económico






Voltar